Imprimir

Rt Mallone desabafa cuspindo rimas no freeverse de M.A.A.D City.

Escrito por Marcelo em . Postado em Vídeos

Rt Mallone desabafa cuspindo rimas no freeverse de M.A.A.D City.

Intitulada “Longe de Casa” freeverse da faixa de KDot é um grito do rapper de Juiz de Fora.

“Eu não li, não assisti, eu vivo o negro drama, eu sou o negro drama, eu sou o fruto do negro drama.” Essas linhas e tantas outras da história do rap são o reflexo de uma sociedade que em nada muda o tratamento com o povo preto. Assim como não mudam os “casos isolados” de pretos e pretas assassinados Brasil a fora.

O freeverse "Longe de Casa" surgiu da necessidade de falar algo mais pontuado com a visão do artista sobre a violência sofrida pelos pretos por parte de todas as autoridades desse país. Geralmente não muito profundo nesses temas, o rapper tinha revoltas pessoais somadas a revoltas coletivas rodando sua mente. Esse freeverse foi o seu desabafo.

Já tendo rimado em outros beats do Kendrick, devido a toda a admiração e identificação com o rapper norte americano, a escolha de M.A.A.D City se deve a carga que ela traz, soando como um relato de sobrevivente, facilitando para o artista se encontrar no instrumental.

Fora o desabafo e a denúncia, RT Mallone encontrou na faixa uma forma de se provar indiscutivelmente um dos melhores rimadores da cena atual, mostrando a parte mais técnica pra falar de algo que não fosse vazio nem externo.

O título foi inspirado em uma entrevista do DJ KL Jay, onde ele afirma que os pretos desse país estão em território inimigo. O racismo institucional também faz questão de deixar isso explícito pra gente.

A ideia do vídeo parte de tentar mostrar afeto preto, um momento de família em contraste com a letra combativa, já que vivemos num mundo onde a vida de cachorros vale mais do que a dos pretos. O vídeo foi gravado, dirigido e editado por João Victor Oliveira.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar