Imprimir

Filipe Ret lança clipe de faixa feita em língua das ruas do Rio

Escrito por Marcelo em . Postado em Músicas

Filipe Ret lança clipe de faixa feita em língua das ruas do Rio

Um dos berços do hip hop carioca, o bairro do Catete tem uma linguagem própria. Oriundo da cultura das ruas do bairro, o Gualin do TTK inverte as sílabas das palavras gerando um código próprio. Foi criado nos anos 60, como um dos mecanismos de driblar as repressões da ditadura militar. Reverenciando o bairro e a cultura onde se criou, o rapper Filipe Ret gravou “Gonê”, faixa inteiramente composta na língua e que acaba de ganhar um clipe, disponível no canal da Tudubom Records. O registro é dirigido por Gabriel Camacho.

Filipe Ret dedicou quase metade da sua vida à música e à cultura hip hop até se tornar um dos principais nomes da cena nacional. Desde o começo, nas rodas de rima, ele trazia um olhar diferenciado, de observador, sobre as ruas do Catete, bairro-inspiração e berço do rapper.

“‘Gonê’ foi uma música que, depois de ver muitos rappers do Catete crescendo, pensei que como um dos expoentes dessa cena, eu tinha que fazer uma letra provando isso na prática. E o Gualin do TTK é uma língua que falamos até entre a gente na Tudubom Records”, conta Ret.

Com produção de Dallass e Mãolee, “Gonê” é um dos destaques de “Audaz”, novo álbum de Ret. Apontado como o álbum mais ambicioso da carreira, “Audaz” marca um novo momento de Filipe Ret, que vive uma nova fase na vida pessoal. Casado e pai de Theo, de um ano, o rapper carioca se sente mais maduro. A faixa é uma das que apresentam mais a mudança de Ret, que une o olhar observador característico de seu trabalho (“Mas muito amigo tá ficando louco / Morrendo por pouco, depressão, droga / Hoje mais uma mãe vai chorar”) com uma experiência intimista vinda da nova fase que vive (“Brasil sem jeito, revoltante / Sinto o Theo nasceu no mundo errado / Mas vida que segue, nego”).

“Audaz” une as rimas do artista com jazz, reggae, ragga e até mesmo o funk proibidão dos anos 90 e o trap de hoje, além de contar com participações especiais de nomes como Marcelo D2, Flora Matos, MC Deise, BK’ e TH. Lançado como uma parceria da Tudubom Records com a Som Livre, o álbum tem mais de 50 milhões de reproduções em suas faixas no YouTube e nas plataformas de música digital.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar