Imprimir

Izaque Bohr retorna para uma homenagem ao Quarteirão do Soul.

Escrito por Marcelo em . Postado em Músicas

Izaque Bohr retorna para uma homenagem ao Quarteirão do Soul. Um antigo personagem na cena Hip-Hop mineira, Izaque Bohr é um dos personagens do jovem artista Izaque Vieira, também criador e intérprete da persona fictícia Azizi MC.

Desde 2016 percebemos que este nome Izaque Bohr tem desaparecido aos poucos, enquanto outro codinome vem ganhando espaço na cena nacional. Pois trata-se do mesmo criador, o artista visual e performer Izaque Vieira atualmente apresenta-se como Azizi MC, nomeado pelo próprio artista como o nome de sua performance. Após um longo período fora do palcos seu antigo alter-ego retorna para cumprir uma grande missão, junto ao Quarteirão do Soul BH.

Quem já ouviu a canção Sou do Soul do disco Desafio Duplo, consegue imaginar como se dá essa homenagem aos nossos vanguardista da cultura Funk & Soul de Belo Horizonte. À convite do programa de entrevistas Road Movie Paçoca, Izaque Bohr faz um breve retorno aos holofotes, especialmente para o clipe desta canção lançada em 2015, usando referencias do programa de TV americano Soul Train.

Izaque Bohr, cita na canção a importância de manter a cultura viva, e do orgulho de ver seus antecessores quebrando as barreiras do tempo e seguindo o baile com o mesmo entusiasmo que na década de 70, quando os bailes funk começaram a ganhar surgir. É a mesma força que ainda se mantém nos dias atuais, e não deixa, por um instante sequer, que toda essa tradição seja esquecida. Toda a força e motivação da galera do Quarteirão do Soul, do Baile da Saudade, Baile da Fonte e muito outros que se empenham em preservar a cultura viva do Funk Soul em BH, tem se tornado uma grande inspiração e um grande exemplo de resistência para juventude, graças aos griout do Soul, a cultura pode ser vivenciada pelas novas gerações.

“Estou muito feliz por concretizar esse momento, por concluir mais uma missão. O Funk Soul é uma das maiores referências da cultura negra que se tem no Brasil, na qual atravessa as gerações, conectando o passado, presente e futuro”, disse Azizi MC em seu seu perfil no Instagram.

Como Mestre de Cerimônias, a persona Azizi, também não poderia faltar nesta homenagem àqueles e àquelas que repassaram o conhecimento através de cada geração, saudando a importância destas pessoas nos dias atuais. Nossa juventude têm mais do que um pezinho no Soul, maioria dos ritmos que dançados hoje vieram dessa referência, e se propaga cada vez mais, se renovando ao passar do tempo.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar