Imprimir

Npe³ faz sua estreia com o EP “O Último Homem das Letras”

Escrito por Marcelo em . Postado em Destaques

Npe³ faz sua estreia com o EP “O Último Homem das Letras”

Há seis anos, Npe³ (enepê) voltou a fazer RAP. A pausa foi essencial para o seu amadurecimento e evolução. Com a caneta ainda mais afiada e muitas ideias para compartilhar, ele celebra esse período de retorno com o seu primeiro EP, “O ÚLTIMO HOMEM DAS LETRAS”.

As sonoridades transitam perfeitamente entre o boombap e o trap. Já nas composições, Npe³ (conhecido por suas técnicas de escrita) aborda assuntos do cotidiano, do RAP, do amor, da sociedade, da vida. O rapper de Campinas, interior de SP, também mostra que é possível unir ritmo e poesia sem deixar um sobressair o outro, usando aquilo que o MC (Mestre de Cerimônias) foi “projetado” para fazer: apresentar toda a sua habilidade com as palavras.

“Nenhuma das músicas do EP está presa a uma única linguagem instrumental, porque minha música não está ligada a um rótulo. Almejamos nossa evolução lírica para fazer bem feito em qualquer subgênero dentro do RAP”, diz Npe³. “Basicamente sou do tipo que gosto de transitar por todos os eixos de instrumentais, mas confesso que os mais agradáveis são aqueles com batidas “épicas”, digamos assim, que já no início define o peso da caneta que está por vir... Samples bem elaborados também abrilhantam meus olhos absurdamente”.

De seis faixas, o EP “O ÚLTIMO HOMEM DAS LETRAS” pode ser ouvido em todas as plataformas de música digital: http://bit.ly/oultimohomemdasletras. A produção musical é assinada por André Miquelotti; os beats são de Samael, DropAllien, Daniel Chimp, Frank Jay e também de André Miquelotti; e Npe³ recebe a participação de Ferjay e NEGGA.

Há seis anos, Npe³ (enepê) voltou a fazer RAP. A pausa foi essencial para o seu amadurecimento e evolução. Com a caneta ainda mais afiada e muitas ideias para compartilhar, ele celebra esse período de retorno com o seu primeiro EP, “O ÚLTIMO HOMEM DAS LETRAS”.

Há seis anos, Npe³ (enepê) voltou a fazer RAP. A pausa foi essencial para o seu amadurecimento e evolução. Com a caneta ainda mais afiada e muitas ideias para compartilhar, ele celebra esse período de retorno com o seu primeiro EP, “O ÚLTIMO HOMEM DAS LETRAS”.

As sonoridades transitam perfeitamente entre o boombap e o trap. Já nas composições, Npe³ (conhecido por suas técnicas de escrita) aborda assuntos do cotidiano, do RAP, do amor, da sociedade, da vida. O rapper de Campinas, interior de SP, também mostra que é possível unir ritmo e poesia sem deixar um sobressair o outro, usando aquilo que o MC (Mestre de Cerimônias) foi “projetado” para fazer: apresentar toda a sua habilidade com as palavras.

“Nenhuma das músicas do EP está presa a uma única linguagem instrumental, porque minha música não está ligada a um rótulo. Almejamos nossa evolução lírica para fazer bem feito em qualquer subgênero dentro do RAP”, diz Npe³. “Basicamente sou do tipo que gosto de transitar por todos os eixos de instrumentais, mas confesso que os mais agradáveis são aqueles com batidas “épicas”, digamos assim, que já no início define o peso da caneta que está por vir... Samples bem elaborados também abrilhantam meus olhos absurdamente”.

De seis faixas, o EP “O ÚLTIMO HOMEM DAS LETRAS” pode ser ouvido em todas as plataformas de música digital: http://bit.ly/oultimohomemdasletras. A produção musical é assinada por André Miquelotti; os beats são de Samael, DropAllien, Daniel Chimp, Frank Jay e também de André Miquelotti; e Npe³ recebe a participação de Ferjay e NEGGA.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar