Imprimir

Rapper paulistano Lews Barbosa lança um CD no estilo "ludiquântico"

Escrito por Marcelo em . Postado em Informativo

capaO rapper e poeta paulistano Lews Barbosa lança em dezembro o segundo disco de sua carreira, intitulado "A evolução foi criada para a criação evoluir" com músicas que discutem filosofia, teorias da evolução humana e contação de histórias.
O álbum, produzido por Dener Miranda, da Meidomato Produções e Neurus, da Konclavi, traz características diferentes do habitual, já que mescla, em 14 faixas, músicas de rap e, também, spoken words, que são poesias recitadas.
 
O disco é composto por uma coletânea de poesias escritas por Lews Barbosa ao longo de dois anos e que, agora, foram musicalizadas ou apenas sonorizadas.
 
O álbum "A evolução foi criada para a criação evoluir" tem letras poéticas e filosóficas, definido por Lews como "ludiquântico", termo criado por ele, que traz um cenário lúdico, com aspectos de contação de histórias, mas com conteúdo que informa e diverte. "É um CD que faz você pensar brincando. Quem escutá-lo vai encontrar informações, diversão e filosofia ao mesmo tempo, em um mesmo trabalho", define Lews Barbosa.
 
O rap de Lews também traz elementos diferenciados na composição musical, já que abre espaço para que outros estilos estejam presentes nas faixas, como o samba, a bossa nova e o baião. "É uma forma nova de apresentar o rap", explica Lews.
 
O carro chefe deste álbum é a música "O macaco caído", escrita por Lews Barbosa em 2011 e que tem duas versões no disco. A faixa coloca na mesa o conflito entre as teorias evolucionista e criacionista no processo de desenvolvimento da espécie humana e questiona a formação da personalidade do ser. A música tem por personagem um macaco que desenvolve uma esquizofrenia, a humanidade, com o contraponto entre o bem e o mal. Também estão presentes em "O macaco caído" aspectos da mitologia hebraica e controvérsia da natureza humana, com linguagem de literatura marginal e em formato de contação de história.
 
O disco também tem mais duas outras músicas de trabalho, sendo "Garota da Garoa", com participação especial de Dener Miranda, da banda Voz Negra, e "O eremita urbano", com participação da cantora Fernanda Coimbra.
 
Além destas, "A evolução foi criada para a criação evoluir" conta com a participação de Eduardo Brechó, da banda Aláfia, que recita a poesia "Falo", de Lews Barbosa, na abertura do CD. A letra mistura aspectos do orixá da comunicação junto à simbologia do nome Aláfia, que significa 'abertura de caminhos'.
 
O cantor R.Lucas, da banda Voz Negra, também participa do disco na música "Aldeia Azul".
 
"A evolução foi criada para a criação evoluir" está disponível para download gratuito no site www.lewsbarbosa.com. Além disso, o disco também pode ser adquirido por R$5,00 nos shows de Lews Barbosa.
 
Para divulgar o álbum, Lews Barbosa fará shows gratuitos ao longo de dezembro em diversos pontos de São Paulo.
 
Confira a agenda para o mês:
 
11/12 - Sarau Suburbano Convicto (Bela Vista)
13/12 - Sarau Art' Tude (Vila das Mercês)
15/12 - Casa do Hip Hop (Canhema - Diadema)
16/12 - Soul Viníl (Ipiranga)
18/12 - Ter Sarau (Heliópolis)
21/12 - Verso em Versos (Jardim Monte Azul)
22/12 - Sarau Perifatividade (Vila das Mercês)
29/12 - Espaço Comunidade (Jardim Monte Azul)

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar