Imprimir

Após hiato Rica Silveira se despe da positividade e retorna com música sobre nomofobia, ansiedade e depressão

Escrito por Marcelo em . Postado em Informativo Rap

Após hiato Rica Silveira se despe da positividade e retorna com música sobre nomofobia, ansiedade e depressão
'Bright' é o primeiro single do debut EP 'Low' que será lançado em 6 partes, as faixas inéditas serão disponibilizadas de outubro a março em toda última sexta feira de cada mês. O rapper e instrumentista de Santos (SP) se apresenta hoje sexta feira 25/10 às 23h30 ao vivo no programa Fique Ligado da TV Brasil.
Após um hiato de praticamente dois anos, Rica Silveira está de volta com o lançamento de 'Bright', música que marca a mudança de estilo do artista após 6 singles lançados entre 2015 e 2017. O próprio explica: "Optei por deixar o rap tradicional um pouco de lado para dar espaço ao meu lado instrumentista. Precisei de um tempo longe do trabalho e das redes sociais para me reciclar musicalmente, durante este período também passei por alguns problemas pessoais que poderão ser nitidamente notados nos temas das letras do EP, um lance mais intimista saca? O importante é que estou de volta e muito satisfeito com o resultado que obtive com a produção do Low. Compus e gravei todas as bases e solos de violão deste novo trabalho, o que me possibilitou flertar entre diversos estilos, do pop ao indie, passando pelo rock, o emo rap e até algo mais puxado pra bossa nova, algo que não cabia no que eu vinha fazendo anteriormente."
Migrando para uma vertente que pode ser classificada como Sad Music (gênero mais escutado no Spotify em 2018), Rica Silveira traz à tona em 'Bright' um tema preocupante para a Organização Mundial da Saúde, a nomofobia, dependência de telefone celular, computador e videogame. Segundo a União Internacional de Telecomunicações (UIT) já são mais de 7 bilhões de aparelhos celulares em uso no mundo, pessoas que apresentam uso abusivo de celular tem maior chance de desenvolver transtornos psiquiátricos como ansiedade e depressão. Um estudo brasileiro realizado pela pesquisadora Anna Lúcia King, da UFRJ, verificou que 34% dos entrevistados afirmaram ter alto grau de ansiedade sem o telefone por perto.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar