Imprimir

Projeto apresenta o show Hip Hop Hurricane, com os rappers Rael, Agir, Baco Exu do Blues e Rincon Sapiência

Escrito por Marcelo em . Postado em Informativo Rap

Projeto apresenta o show Hip Hop Hurricane, com os rappers Rael, Agir, Baco Exu do Blues e Rincon Sapiência
Um olhar diferente sobre a música clássica é a força motriz da Nova Orquestra, que surgiu no Rio de Janeiro com uma proposta ousada: promover a democratização e acesso a peças clássicas e concertos, surpreender o público com sons inesperados e criar uma organização sustentável que leva música para os mais diversos espaços da vida urbana. Esse olhar inovador sobre instrumentos mais comumente associados à música dita erudita garantiu ao projeto um convite para o Palco Sunset do Rock in Rio em um show único. O espetáculo Hip Hop Hurricane soma a pegada moderna da Nova Orquestra com o flow dos rappers Rael, Agir, Baco Exu do Blues e Rincon Sapiência. A apresentação acontece no dia 03/10, às 21h15, encerrando a programação do dia.
A Nova Orquestra retorna à Cidade do Rock, onde se apresentou em julho como parte da programação do megaevento Game XP. Todas as noites, o grupo encerrava a programação mesclando temas clássicos a trilhas de jogos como Street Fighter, Mortal Kombat, Super Mario, Tetris, Pokémon e Assassin’s Creed no maior GamePark do mundo. Devido ao sucesso, uma nova apresentação já tem data marcada: o espetáculo Game Sinfônica ocupará o Allianz Parque, em São Paulo, no dia 19/10.
Além disso, a Nova Orquestra também pega a estrada com o espetáculo Led In Concert, celebrando os 50 anos da banda inglesa Led Zeppelin. A tour passará por Porto Alegre (Auditório Araújo Vianna), Rio de Janeiro (Vivo Rio), Brasília (Centro de Convenções Ulysses Guimarães) e novamente São Paulo (Allianz Parque). Para encerrar 2019 e abrir o verão, eles apresentarão as “Quatro Estações” de Vivaldi ao lado do guitarrista Davi Moraes. E ainda não acabou: mesclando a formação clássica de uma orquestra com a energia do bloco Sargento Pimenta, um dos mais tradicionais no Carnaval carioca, a Nova Orquestra fará nascer uma homenagem aos Beatles em janeiro, em clima de pré-folia.
Esses múltiplos projetos são a cara do Rock in Rio, festival que preza por variadas linguagens musicais. O show no Palco Sunset dá um pontapé inicial a esses meses de intenso movimento para os 32 músicos e o maestro Éder Paolozzi. O público será testemunha desse encontro inédito de batidas e vozes que atestam a ascensão de nomes como Rael, vencedor do Prêmio da Música Brasileira; Rincon Sapiência, que ainda colhe os frutos de seu elogiado álbum “Galanga Livre”; Baco Exu do Blues, pavimentando a estreia “Esú” com o aclamado disco “Bluesman”; e Agir, fenômeno do rap português.
A iniciativa é recente, mas a Nova Orquestra já surge experiente. Isso porque foi fundada por profissionais de marketing e gestão dentro da música de concerto, já contando também com a expertise de especialistas em outros mercados. À frente da ideia estão João Magalhães e Mateus Simões, que foram indispensáveis no reposicionamento da Orquestra Petrobras Sinfônica. Entre as ações mais recentes estão apresentações em vias públicas, a interpretação de músicas populares (que renderam os EPs “O Clássico é…” para os gêneros de rock, samba e pop, em parceria com a Deckdisc), além de apresentações com Nando Reis e uma série de concertos baseados em discos famosos, que recriou Pink Floyd, Metallica, Michael Jackson e Los Hermanos.
Agora, é hora de novos desafios. “A crise gerou uma ‘falta’ de orquestras e nós acreditamos que poderíamos criar um projeto voltado pra isso, vendo o clássico de outro modo, e trazer público, reinventando o modelo de uma orquestra, a experiência de música clássica. Pensando a gestão como uma startup, com uma visão nova de mercado e focado no público jovem”, explica João Magalhães, que também já trabalhou com com artistas como Banda do Mar, Marcelo Camelo, Gabriel O Pensador e Mallu Magalhães, somando mais de 10 anos de experiência no mercado musical.
Além de João e Mateus, uma equipe de profissionais de diversas áreas já ajuda a dar forma à Nova Orquestra, com o objetivo de unir mentes pensantes e corações pulsantes que abraçam o projeto, indo do marketing e comunicação à gestão e produção. A ideia é trazer a visão do music business para tornar a iniciativa não apenas viável, mas sustentável.
A perspectiva musical vem também de Leonardo Braga, vocalista da banda Planar, com passagens pelas gravadoras Sony e Deckdisc e pelo festival South By Southwest. Além disso, atua como criador de conteúdo no mercado de publicidade. Já Bruno Freitas soma à Nova Orquestra trazendo sua experiência como líder em inovação e cultura do Estado de São Paulo, fundador do Dínamo e sócio-gestor da Megahertz, com mais de 10 anos na criação e execução de projetos culturais, criativos e artísticos. Completa o time o publicitário e diretor audiovisual e de conteúdo Gustavo Tolhuizen, responsável de projetos de sucesso com Paulo Gustavo, Erasmo Carlos, Lenine e com a plataforma Queremos.
Se a música é clássica, a Nova Orquestra é moderna e dinâmica. A iniciativa olha para o futuro e já propõe diferentes formas de se pensar, produzir e conhecer grandes obras, tradicionais ou contemporâneas.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar