Imprimir

Sesc Santo André recebe Rodrigo Ogi e show de Ná Ozzeti e Passo Torto

Escrito por Marcelo em . Postado em Eventos

Sesc Santo André recebe Rodrigo Ogi e show de Ná Ozzeti e Passo TortoRomulo Fróes, Kiko Dinucci, Marcelo Cabral e Rodrigo Campos integram a banda paulistana Passo Torto, que se apresenta com a premiada cantora Ná Ozzetti no Sesc Santo André dia 11/08, às 21hs. Já no dia 12/08, às 20hs, o rapper Rodrigo Ogi, produzido pelo curitibano ‘Nave’, interpreta as canções de “RÁ”, seu mais novo álbum.

Com show voltado para o repertório do álbum “Thiago França”,que carrega o nome do saxofonista homônimo, amigo muito próximo da banda Passo Torto, a apresentação da obra musical traz um verdadeiro retrato crítico, por vezes satírico, das dissonâncias da vida na cidade de São Paulo. As músicas exibem o contraponto da sonoridade mais aguda do canto de Ná Ozzetti aos sons graves da voz de Fróes, embaladas na sinergia com a guitarra de Kiko Dinucci, que dá todo o contorno melódico do álbum.

Paulistanos, Passo Torto tem inspirações no movimento cultural Vanguarda Paulista, que surgiu na década de 80 e obteve expressiva influência em todo país. Entre ícones do período estão abanda Rumo, Itamar Assumpção, Arrigo Barnabé, entre outros. Por duas vezes foram vencedores do Prêmio da Música Brasileira, nos ano de 2012 e 2014. O grupo reúne músicos de renome nacional e que participam de variados trabalhos com outras bandas e projetos musicais.

Ná Ozzetti iniciou carreira em 1979. Vencedora dos Prêmios Sharp (1988),Bravo (2009) e Governador do Estado de São Paulo (2013), a cantora obteve destaque no Festival da Música Brasileira (2000), realizado pela Rede Globo, como melhor intérprete. Reconhecida no cenário musical nacional, além da parceria com a banda Passo Torto, a artista gravou NÁ e ZÉ (2015) com o músico Zé Miguel Wisnik, e Piano e Voz, CD e DVD, com o pianista e compositor André Mehmari (2006), entre outras colaborações ao longo de sua trajetória artística.

Com álbum totalmente autoral e produzido pelo curitibano Nave, destacado produtor musical que já foi indicado ao Grammy Latino, Rodrigo Ogi marca presença no universo do hip-hop nacional com destaque para construção de diálogos diretos e incisivos com os personagens do cotidiano da urbanidade. Ogi cria referências e transporta o público para bairros periféricos e ao centro velho de São Paulo retratando as diversidades da metrópole paulistana.

O rapper concebe sua musicalidade e arte de protesto com um mergulho na multiplicidade de influências que misturam o hip-hop norte americano dos anos 90 ao afrobeat, rock e samba - comeste último gênero, sobretudo, por compartilhar a linha de raciocínio das suas letras, que revela suas conexões com os bambas paulistanos do samba Geraldo Filme, Germano Mathias e Adoniran Barbosa.

Sobre Passo Torto e Ná Ozzetti

Inspirados pela brincadeira com o saxofonista Thiago França, que sempre era mencionado como membro do quarteto Passo Torto - formado por Kiko Dinucci, Marcelo Cabral, Rodrigo Campos e Romulo Fróes -, o terceiro disco do grupo foi batizado com seu nome. Com guitarras, linhas de baixo, vozes e versos cada vez mais sujos, imponentes e invasivos, para esse trabalho o grupo conta com a participação da cantora Ná Ozzetti, dona da voz que invade e sustenta grande parte do trabalho.

Quando: 11/8 (sexta-feira às 21hs)

Onde: Teatro

Ingresso: R$ 20,00 (inteira), R$ 10,00 (aposentado, pessoa com 60 anos ou mais, pessoa com deficiência, estudante e servidor de escola pública com comprovante), R$ 6,00 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc  e dependentes). Venda limitada a 6 ingressos por pessoa ou CPF. Não recomendado para menores de 12 anos

Mais informações:
https://www.sescsp.org.br/programacao/129032_PASSO+TORTO+E+NA+OZZETTI#/content=saiba-mais

Sobre Rodrigo Ogi

Rodrigo Hayashi, conhecido como Ogi no universo hip hop, cria rimas desde 1994 e revezou-se durante alguns anos entre a música e a pichação. Foi um dos integrantes do grupo Contrafluxo, que teve dois álbuns lançados, “Missões e Planos” (2005) e “Super Ação” (2007). Na carreira solo lançou seu primeiro álbum em 2010, o “Crônicas da Cidade Cinza”, que conta com participações importantes do cenário do rap nacional, entre elas Rodrigo Brandão, Lurdes da Luz, DonCesão e Munhoz. No mesmo ano recebeu indicação para o prêmio Vídeo Music Brasil (VMB), da MTV, na categoriamelhor artista rap. “Crônicas da Cidade Cinza” rendeu dois videoclipes, “Premonição” e “Por que, meu Deus?”.

Quando: 12/8 (sexta-feira às 20hs)

Onde: Teatro

Ingresso: R$ 20,00 (inteira), R$ 10,00 (aposentado, pessoa com 60 anos ou mais, pessoa com deficiência, estudante e servidor de escola pública com comprovante), R$ 6,00 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc  e dependentes). Venda limitada a 6 ingressos por pessoa ou CPF. Não recomendado para menores de 12 anos

Mais informações:
https://www.sescsp.org.br/programacao/129040_RODRIGO+OGI

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar