Imprimir

Hip Hop em Ação Liberty: o rap que se faz acontecer

Escrito por Marcelo em . Postado em BSB

 

O pessoal que faz parte do Hip Hop em Ação Liberty tem demonstrado que não adianta só reclamar que o rap não tem espaço e que é discriminado. Tem que ter ação e atitude para quebrar barreiras para fazer acontecer.

Foi com esse pensamento que a rapaziada da Liberty resolveu arregaçar as mangas enfrentar as dificuldades visando buscar espaços para que os artistas menos prestigiados mostrem seu trabalho e também desenvolver ações sociais levando cultura, lazer e diversão para comunidade.

 

Algumas atividades desenvolvidas pelo coletivo

 

Dia 22/07/2012 foi realizado na Praça do Cidadão em Samambaia o primeiro evento do grupo que além de rap nacional, teve muitas atividades para as crianças. Algodão doce, pula-pula, cama elástica foram alguns dos atrativos para a criançada que compareceu junto com suas famílias para um momento de lazer e muita descontração ao som de muito rap.

Dia 26/08/2012 a Liberty realizou no Ginásio de Esportes de Samambaia um grande almoço comunitário. Muitas famílias compareceram para apreciar uma comida da melhor qualidade, trocar idéias e ouvir boa música.

Dia 02/09/2012 foi o evento mais recente do Hip Hop em Ação Liberty. A Praça do Cidadão em Samambaia ficou lotada. Pessoas de todas as idades e gêneros, crianças e adultos, famílias inteiras compareceram. Teve apresentações de grupos de rap, B. Boy e DJs e a troca de energia entre a platéia e os artistas foi incrível. A sonorização mais uma vez ficou a cargo da DSL.

O evento começou por volta das 14h e foi até às 21h. Nenhum incidente ocorreu. Apenas alegria, diversão e muito respeito. O sucesso foi tão grande que já está sendo organizado um novo evento para comemorar o dia das crianças.  Para o próximo a Liberty pretende arrecadar brinquedos para doar para as crianças. O evento contou com a participação dos grupos: Rajada Verbal, Unidade Racial, Família 3um3, Relatus Fatus, Conexão SM, MC Biel BSB, Black-O e muito mais.

Essas ações têm demonstrado que o rap pode sim realizar eventos envolvendo público de várias idades. Que o rap nacional, principalmente em Samambaia, é muito forte e que essa integração com a comunidade contribui muito para combater os preconceitos e mostra para as autoridades que o hip hop é um movimento cultural autêntico e de muita força social. Não se trata apenas de palavras, mas principalmente de trabalho e a participação da comunidade é o aval e o combustível para que ações como essas continuem a acontecer.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar