Imprimir

Singelo MC faz música para homenagear sua tia

Escrito por Marcelo em . Postado em BSB

MC Singelo

Por: Jusciane Matos
A composição foi lançada oficialmente no dia 02 de novembro

Parte ­­um anjo no meio, não pela metade é que ele já se foi e muitos nem perceberam que ele veio. É com esse refrão que Singelo MC começa a sua nova música lançada no dia 02 de novembro deste ano. “Parte um anjo no meio” é uma homenagem para sua tia, Maria Aparecida Félix de Araújo, que faleceu em decorrência de um câncer. Em uma família de 11 irmãs e 1 irmão, tia Cida – como era chamada – foi mais uma Maria que saiu do interior para tentar a vida na “cidade grande” ainda quando criança e que, aqui no centro do país, batalhou por dignidade, criou seus filhos, formou família e laços e também os desfez com sua partida. E é sobre isso que a música fala: amor, doação, lutas, sorrisos e lágrimas.

A ligação e a energia que existiu, e ainda existe de uma forma diferente, entre Singelo e sua tia são expostas em todas as estrofes e batidas da canção. Dor e admiração são colocadas na mesma frequência. De um lado, Singelo expõe a importância da tia para sua criação, do outro a sabedoria daquele que, mesmo com a pouca idade, teve a sensibilidade de perceber que o cigarro poderia lhe tirar o que tinha de melhor: o sorriso da tia. Ele explica na letra que ao ouvir sobre os riscos que o cigarro pode causar à saúde, teve o impulso de alertar sua tia sobre o assunto: Bença Tia, vem cá, larga essa louça quero muito que a senhora me ouça. Falei de todos malefício desde então cê' nunca mais sucumbiu a esse vício, canta. O pedido tardio, mesmo tendo sido atendido, não foi suficiente para garantir sua permanência neste mundo por mais tempo.

O caminho percorrido

Cada projeto tem uma maturação e processos próprios. Diferente de outras composições como “Mala Direta” que foi feita em dois dias, “Parte um Anjo Meio” demorou 3 anos para sair do papel. A ideia inicial era lançar o som junto com “Mar Nada” até perceber que precisaria de mais tempo para a maturação das ideias e de elementos que gostaria de incluir. "As duas letras têm vibrações diferentes e não rolou de fazer, até porque não ficaria suficientemente boa e embora quisesse gravá-la logo, não iria fazer um trabalho dessa importância com pressa. Pode-se contar 3 anos de composição, contudo, só fui alcançar a sensibilidade necessária para finalizá-la esse ano por meio de experiências, vivências pessoais e maturação emocional", refletiu Singelo.

O MC brinca com as palavras parte/meio/metade da mesma forma que sua tia fazia com as cruzadinhas. Ele explica que essa convivência foi crucial para se tornar a pessoa e o artista que é hoje. “Ela enfrentou uma infinidade de adversidades com um sorriso estampado no rosto. Com ela despertei minha paixão confusa por filmes western, pois ela me emprestou um livro do Erle Stanley Gardner chamado 'O caso do olho de vidro'. Livro crucial pro meu processo criativo. Ela era muito estudiosa, sábia, cuidadosa. Sobram elogios. Foi um ser humano íntegro e entregue à vida em todas as suas esferas. Sua risada era uma delícia, assim como sua comida”, lembrou.

Em contraste a outras composições com forte apelo social, esse lançamento expõe a intimidade do artista que acredita ser necessário ter uma identidade musical, mas que em certos momentos é preciso sair do comum e se arriscar em outros campos, “não devemos nos limitar apenas a uma ou outra pegada” considerou ele. Singelo quis se arriscar e “fazer um som com um teor mais sentimental. Avalio que se ficarmos falando apenas de política e fazendo sensibilizações sociais, ficamos embrutecidos e não apreciamos a leveza que a vida ainda carrega em si”.

A escolha da data de lançamento da música, 02 de novembro, dia de finados no Brasil, também foi simbólica e o MC chama a atenção, em especial no trecho ele já se foi e muitos nem perceberam que ele veio para a importância que damos para as pessoas que estão ao nosso redor.  “Após sua partida sigo o pensamento do poeta do Rap Nacional, Gog: é necessário dar flores em vida”, finalizou Singelo.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar